O dilema: no que investir em 2016?

Consultor sugere investimentos cautelosos, principalmente no primeiro semestre do ano.
Fonte: SEGS
Link: http://www.segs.com.br/seguros/73478-o-dilema-no-que-investir-em-2016.html
Com um cenário econômico bastante complicado e expectativas negativas para 2016, há muitas dúvidas no que investir de forma segura. Além de altas taxas de juros, que não contiveram a inflação, e as estimativas de queda do PIB em 2016, as previsões pessimistas se devem ao aumento das taxas de desemprego, baixa confiança dos investidores, incertezas políticas e a incapacidade do governo de reduzir seus gastos.
Para Carlos Alberto Bifulco, consultor da BA Associados, diante desse quadro parece adequado que as pessoas adotem uma atitude cautelosa para efetuar investimentos, pelo menos no primeiro semestre de 2016. O importante é que cada investidor faça uma avaliação do que é mais adequado ao seu perfil. Bifulco analisa as possibilidades de investimentos e os prós e os contras de cada um deles.
Cada pessoa tem a sua estratégia de investimentos financeiros, dependendo de seus objetivos e da sua vontade de correr riscos. A caderneta de poupança, que apresenta maior segurança, tem tido taxas de juros decepcionantes.
Automóveis, eletrodomésticos e eletrônicos estão sendo oferecidos em prestações com juros taxa zero. A compra desses bens em prestações pode ser um bom negócio, mas merecem um cálculo bem preciso para se certificar se essas vantagens são efetivas.
Os investimentos indexados são uma das boas opções para o médio prazo, considerando um provável aumento nas taxas de juros e uma inflação alta. Entre os títulos do Governo, se destacam a letras do tesouro indexadas pelas taxas do CDI ou IPC. No setor privado os títulos emitidos por bancos, tais como os Certificados de Deposito Bancário indexados. Além disso, são oferecidos fundos de investimento também indexados a taxa do CDI.
Para os mais ousados, é possível aplicar em fundos de investimento com títulos indexados em dólar. Esse tipo aplicação pode ser interessante para quem acredita na continuidade da deterioração da economia e mais restrições que podem vir do mercado externo.
A aplicação em ações deve ser cuidadosamente analisada e pode representar uma parcela razoável do total de investimentos. As empresas exportadoras devem ter uma melhoria de resultados e suas ações podem ser uma boa escolha. Empresas de outros setores vão depender da retomada da economia. O mercado de ações antecipa os acontecimentos políticos e a perspectiva da melhoria no cenário econômico pode fazer com que esse mercado venha a reagir bem antes dos demais.
Concluindo, Carlos Alberto Bifulco recomenda aplicações mais conservadoras, mas para quem quiser arriscar, sempre surgirão oportunidades de investimentos de maior risco nesses momentos de crise.

Nenhum comentário.

5 passos para ter uma identidade visual de sucesso

E o primeiro deles é investir em um profissional da área para a criação da identidade visual
Autor: Lucas AlfaixFonte: AdministradoresLink: http://www.administradores.com.br/noticias/marketing/5-passos-para-ter-uma-identidade-visual-de-sucesso/107389/
Hoje, com a popularização das redes sociais, ficou muito mais fácil para as empresas divulgar os seus serviços. Mas, muitas vezes, estas mesmas empresas se esquecem de algo fundamental: a própria identidade visual. Quando falamos em identidade visual, não significa ter apenas uma logomarca, mas um sistema que envolve toda a empresa. É o comportamento visual da marca, na papelaria instrucional, na fachada, nos uniformes e até nas redes sociais.
Construir uma identidade visual é importante para que sua marca seja lembrada e também para mostrar que sua empresa é séria e relevante e não apenas mais uma no meio de tantas outras. Apostar na identidade visual é acreditar no sucesso.
Para uma identidade visual de sucesso, siga estes 5 passos essenciais:
1 – Contrate um profissional capacitado para desenvolver a sua identidade visual, afinal você não vai querer que sua marca seja feita pelo seu sobrinho, a menos que ele seja um bom designer!
2 – Invista na replicação da sua marca, ou seja, quanto mais sua marca for vista, mais ela ficará gravada na cabeça do seu cliente. Destine parte da sua verba em papelaria, uniformes, fachada e sinalização interna.
3 – Não invista apenas em um canal de divulgação. Se o orçamento estiver pequeno, tente fazer parcerias e divulgação casada com outras empresas.
4 – O atendimento também faz parte da sua identidade. Tenha um bom atendimento e treine sempre os seus colaboradores.
5 – Divulgue a sua empresa nas redes sociais, mas tome cuidado! Caso seja você a realizar as postagens, use o português correto, boas imagens e conteúdos relevantes para os seus clientes. Não poste mais de três vezes ao dia para que sua empresa não fique como chata e com a imagem de que está desesperada para vender.
O investimento inicial com a identidade visual pode parecer alto, mas o retorno no decorrer dos anos virá com a fixação da sua marca e fidelização dos seus clientes. Boa sorte!

Nenhum comentário.

Como iniciar 2016 com uma equipe motivada?

Saber ouvir as necessidades da equipe e envolver os colaboradores pode fazer toda a diferença
Fonte: AdministradoresLink: http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/como-iniciar-2016-com-uma-equipe-motivada/107386/
Que a crise foi um dos principais assuntos de 2015, não é novidade. A cada dia, os impactos de uma economia instável, somados a consumidores mais cautelosos, fazem com que muitas organizações atravessem momentos de dificuldades financeiras. Em meio a um cenário coberto de incertezas e limitações, manter uma equipe motivada nem sempre é uma tarefa fácil.
Para a analista de Recursos Humanos da Magnus Consultoria, Ana Paula Wolfram, a empresa deve estar pronta para ouvir os colaboradores e entender o que os motiva. “Manter a equipe focada é mais um desafio para os gestores no próximo ano. É importante que as empresas mantenham um diálogo, até mesmo para avaliar o nível de comprometimento e os sonhos de cada um”, destaca.
A profissional lista cinco dicas que podem ajudar os empresários a lidarem com colaboradores motivados e mais produtivos em 2016. Confira:
1. Aperfeiçoe seus talentos: a empresa demonstra preocupação com os colaboradores desde o momento que motiva o aperfeiçoamento profissional com palestras, congressos ou cursos. Essa também é a melhor forma de reter talentos.
2. Ouça a sua equipe: os maiores desafios estão relacionados às diferenças de expectativas de cada colaborador, dificuldades de comunicação e a cultura da empresa. O maior desafio dos gestores é, justamente, aprender a ouvir a sua equipe, as necessidades de cada um e encontrar maneiras de colocar em prática as sugestões dadas.
3. Respeite as individualidades: para inspirar a equipe, em primeiro lugar, é preciso gostar de pessoas. Procure ver as dificuldades de forma positiva, mas sem deixar os erros de lado. Um líder inspirador é aquele que busca o melhor para a sua equipe, que ouve cada colaborador e reconhece as suas individualidades.
4. Compartilhe o conhecimento: em um ambiente incerto, com possíveis demissões e redução de custos, é difícil manter os colaboradores motivados. Por isso, é importante reforçar a importância de todos para os resultados da empresa, demonstrar que as habilidades de cada um podem fazer toda a diferença. Faça valer aquele velho ditado, que mais cabeças pensam melhor do que uma.
5. Seja transparente: o gestor deve ser claro nas informações que traz para os funcionários, envolvê-los em discussões em equipe e nas situações da empresa, estar aberto a ouvir as ideias e dar feedbacks sobre o andamento dos processos. Transparência é a palavra-chave.

Nenhum comentário.